Quartz
war-batalhas-mitologicas

Sergio Halaban e André Zatz são nomes já conhecidos na comunidade brasileira de Board Games modernos. Os dois são, sem qualquer sombra de dúvidas, os game designers brasileiros de maior sucesso fora do Brasil e também aqui dentro. Você deve conhecer algum dos jogos da dupla, mesmo que nunca tenha ouvido falar neles: War: Batalhas Mitológicas, War: Império Romano, Ouro de Tolo, Robin Hood… A lista é extensa e conta com mais de 40 jogos publicados dentro e fora do Brasil.

Em 2015, a Funbox Jogos, editora brasileira que se notabiliza por, além de grandes jogos, trabalhos gráficos monumentais, publicou mais um título da dupla e que já é um grande sucesso: Quartz.

listaFICHA DO JOGO
Nome do Jogo Quartz
Designers Sergio Halaban e André Zatz
Editora Funbox Jogos
Ano de Publicação 2015
Ilustração Max Grecke
Design Gráfico Luis Francisco
Mecânicas Teste sua sorte
Toma Essa
Coleção de Componentes
Tempo de Duração 45 a 60 minutos
Número de Jogadores 3 a 5 jogadores
Idade Indicativa 14 anos

Mockup da caixa do jogoEm Quartz os jogadores representam anões em uma mina de cristais e buscam minerar cristais mais valiosos e de maior qualidade que os adversários para vender no mercado e ganhar dinheiro. Ao final do jogo, o jogador com mais dinheiro será declarado o vencedor.

A partida é organizada em 5 dias de trabalho (rodada), cada um dividido em duas fases, minerar e vender. Todos os anões começam um dia de trabalho na mina e, no 1º dia de trabalho, o jogador com a barba mais comprida começa o jogo. Dentro da mina é possível fazer uma das três ações a seguir:

  • Minerar cristais ou;
  • Jogar uma carta de sua mão ou;
  • Sair da mina.

Minerar cristais é pegar, em um saco escuro, uma pedra dentre as várias que se encontram lá dentro, isso sem olhar, e é aí que mora o perigo…

Dentro do saco de cristais existem cristais valiosos e cristais instáveis. Os primeiros são os que o jogador vai coletar para vender no mercado depois que sair da mina, já os instáveis são cristais perigosos, ao minerar um cristal instável, caso o jogador já tenha algum em seu carrinho, ele explode, perdendo tudo o que minerou naquele dia de trabalho!
cartas

Além disso, cartas de ação fazem a interação entre os jogadores ser muito divertida, com todos tentando explodir um ao outro. A certeza é de muitas risadas e muito “toma essa!”, como promete a mecânica do jogo e, apesar de ser um “Teste sua sorte”, Quartz conta com uma dose suficiente de estratégia, sem, no entanto, tornar o jogo pesado.

Para finalizar, Quartz conta com um trabalho primoroso de ilustração feito por Max Grecke, artista que eu passei a seguir depois de conhecer o trabalho feito no jogo, além de um excelente trabalho de design gráfico do Luis Francisco, brasileiro responsável pelo design gráfico de vários jogos, incluindo: Bullfrogs, The Resistance, Flash Point, dentre outros.

Se você está procurando uma diversão sem compromisso, risadas, sacanear um amigo, isso tudo com um jogo bonito, chamativo e inteligente, Quartz é mais uma excelente pedida no mercado nacional de Board Games. Muito bem recomendado.

0 Total Views 0 Views Today