No longínquo ano de 2007, a Valve lança um pacote com 5 jogos: Team Fortress 2, Half Life 2 : Episode 1 e Episode 2,Half Life 2 e Portal. Esse último, Portal, foi que mais causou reboliço na época, pois o jogo se mostrava com uma jogabilidade muito boa e com uma história muito bem elaborada, sem furos, com uma boa dose de humor negro da parte da “Vilã” do jogo,GLaDOS, uma Inteligencia Artificial que comanda os testes que a personagem realiza.

portal

O enredo do jogo funciona assim: você é um personagem que não tem nome e que acorda num quarto, onde vem uma inteligencia artificial chamada GLaDOS e fala que você fará uma série de testes com uma arma chamada de “Aperture Science Handheld Portal Device”, “ASHPD” ou “Portal Gun“, e que ganhará um prêmio no final dos 19 testes.Mas algo errado está acontecendo, pois nunca se vê pessoas, e nas paredes se vê frases que dizem ser tudo uma mentira, que o premio final é uma farsa,isso sem contar que a  GLaDOS dá alguns erros durante os testes.

Os personagens são a Chell, uma jovem que não se tem muitas informações sobre ela, somente que é mulher. GLaDOS é uma inteligencia artificial que comanda a maioria das das salas da Aperture Laboratories, empresa que se passa o jogo. GLaDOS tem um humor um tanto quanto negro e tem um caráter um tanto quanto psicopata.

A Portal Gun funciona da seguinte maneira: a arma tem duas cores de portal, uma laranja e outra azul, e então você atira em uma parede branca um lado do portal, e atira em outra parede branca o outro lado do portal, podendo entrar e sair de ambos os lados do portal.

O jogo ganhou as maiores notas de criticas, sendo que a unica critica ser o tempo do jogo, que é cerca de uma hora e meia para se terminar o jogo.

portal_desktop_1600x1000_hd-wallpaper-496710

Eu comecei a jogar Portal dia 27 de dezembro de 2013 (sim, final do ano passado), e só parei de jogar quando terminei ele, umas 3 horas depois (sim, fui garoto e não consegui terminar o jogo num tempo bom) e me apaixonei, tanto pelos personagens quanto pelo enredo fechadinho e bom escrito. Portal foi o primeiro jogo que eu joguei que tem um nível de progressão que é muito bom, que você começa no primeiro teste conhecendo os conceitos, e a cada teste, conhece um novo conceito, um novo objeto que te ajuda á passar daquele teste, e vai crescendo a dificuldade de uma forma bem natural, e muito boa.

Bom, Portal tem uma continuação que conta mais da história da Aperture Laboratories, e da sua rivalidade com Black Mesa, empresa de Half-Life, jogo que Portal faz parte, mostrando outros personagens e aprofundando a GLaDOS, mas, como ele eu ainda não finalizei, não vou comentar muito sobre ele.

Portal foi, durante muito tempo, um jogo que eu nao dei a sua devida atenção, mas que merece muito ser jogado e re-jogado varias vezes, entrando no meu top 3 de melhores jogos que eu já joguei.

Bom, é isso. Se eu deixei algo pra trás, esqueci ou errei, me perdoem e mandem e-mails pro nosso site, para podermos melhorar cada vez mais em conteúdo.

 

0 Total Views 0 Views Today