Alguns filmes tornam-se indescritíveis, depois de assistidos. Senti isso em Youth, e depois de meses, ainda sinto que sou insuficiente para descrevê-lo. Desde o trailer, já tinha meu mais sincero interesse. Eu queria assistir aquilo e, depois disso, Youth se tornou um dos meus 3 filmes de todos os tempos!

Paolo Sorrentino nos entrega um filme doce e amargo. Estamos felizes, mas, a vida, porra, é a vida!

E é isso que acontece com os trabalhos de Sorrentino, ganhador de um Oscar com A Grande Beleza.

Em Youth acompanhamos, principalmente, a semana de dois homens, que são amigos há décadas. Um deles, é um Maestro chamado Fred Ballinger, interpretado por Michael Caine, o outro, um diretor de cinema chamado Mick Boyle, interpretado por Harvey Keitel. Ambos amigos são referências em suas áreas de atuação, o diretor tem diversos prêmios e é conhecido por, em seus filmes, retratar mulheres fortes. O maestro, bem, o filme começa com ele se recusando a regir para a rainha da Inglaterra!

Ambos estão hospedados em um resort spa; o maestro, para se tratar, o cineasta, para fazer um filme.

Fora esta dupla, o resort ainda conta pessoas incríveis, como a Lena, filha do Maestro, interpretada pela Rachel Weisz. Jimmy Tree um ator hollywoodiano, interpretado por Paul Dano. Temos também o Maradona, interpretado por Roly Serrano. Um professor de escalada e a Miss Universo, capaz de fazer a gente esquecer de respirar, interpretada por Madalina Ghenea.

dialogo

Todos os personagens possuem seus momentos, com atuações espontâneas deixando toda conversa interessante, quase sempre nos levando à reflexão. Mesmo quando as conversas são casuais, brigas, flertes ou o que seja. Afinal, é um filme de reflexão através de conversas sobre o passado, presente ou futuro. E por isso, todos os personagens são incrivelmente interessantes.

resort-2

Fora os diálogos maravilhosamente trabalhados, temos um cenário estonteante. No filme, o resort spa nos alpes. Para nós, mortais, o resort é surreal de tão lindo que é, chega parecer encantado.

Porém, todos diálogos e cenários não seriam nada, se a música não casasse tão bem. Ela é tão bem introduzida, que sentimos a música ao vivo, junto com aquelas pessoas.

Sorrentino não é como diretores hollywoodianos que entregam um filme por ano. Mas, ele poderia ingressar, facilmente, na lista de diretores que nunca erraram. Seus trabalhados são tão bem cuidados, que parece terem sido desenhados à mão, com cuidado e amor, assumindo a posição de um presente para nós, os fãs.

Como disse, Youth é um dos melhores filmes que já assisti, demorei meses para assumir o risco de passar vergonha tentando resenha-lo. Mas, o filme é excepcional, é lindo, é simplesmente, foda!

E compartilhe comigo, você ficou tão deslumbrado? Para você, o filme teve tanto impacto? Compartilhe!

1017 Total Views 12 Views Today
Avaliação.
Excelente

Milton Salles

Ai, que delicia, cara...

More Posts

Follow Me:
TwitterFacebookGoogle Plus

Deixe seu comentário:



Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui! À toa na Net - Agregador de Conteúdo
Total