Filmes Tarantinescos que não são de Quentin Tarantino

719x432

a-mente-assassina-quentin-tarantino-1-960x494

Quentin Tarantino é um grande cineasta, um dos mais cultuados da atualidade, e uma das suas principais características é trazer em seus filmes uma amalgama de homenagens á gêneros, diretores e filmes que ele mesmo curte. Alguns mais extremistas dizem que ele é um copião, mas eu acho que ele sabe usar muito bem suas referências. Mas por sua importância no cinema, ele também se tornou um influenciador, vários cineastas, principalmente os menos conhecidos, também homenageiam o estilo Tarantino de fazer cinema. O que por vezes pode ser um problema quando algumas fases da inspiração acabam sendo puladas, e eles emulam apenas a parte genérica desse estilo em seus trabalhos. Mas vamos ignorar essas mazelas e lembrar de alguns filmes que tem essa pegada Tarantinesca, mas que não são de Quentin Tarantino.

 

 

 

A Última Cartada (2006)

De: Joe Carnahan

smokin-aces

Começamos com A Última Cartada (Smokin’ Aces), que se enquadraria tanto no estilo Tarantinesco, como nas peculiaridades de Guy Ritchie. Aqui conhecemos um mágico envolvido com a máfia, e que ao ser pego resolve entregar seus comparsas para se valer do Sistema de Proteção á Testemunha. Mas o chefão da “Famiglia” descobre e oferece US$ 1 milhão de doletas a quem trouxer a cabeça do traidor.

 

A partir daí surge toda a sorte de assassinos de aluguel e caçadores de recompensa, cheios de tiradas e monólogos engraçadinhos, que se aliam a câmera frenética e as “legalzisses” visuais do diretor, como telas divididas e frames congelados para criar uma atmosfera meio cool no longa. O elenco traz nomes conhecidos como Ben Affleck, Ryan Reynolds, Andy Garcia, Ray Liotta, Chris Pine e a então estreante, Alicia Keys. Apesar do roteiro ter umas passagens meio confusas, é um filme divertido de se ver, e que emula bem o tal Tarantino Sytle.

 

 

 

O Mendigo com a Escopeta ou O Vingador (2011)

De: Jason Eisener

Hobo_Quad_Poster-2031

Não só um filme Tarantinesco, mas um que nasceu em um projeto da dupla Tarantino/Rodriguez. O Mendigo com a Escopeta foi um dos fake trailers feitos para o Grindhouse, e que assim como Machete se tornou um longa metragem. E tenho que dizer, eu achei melhor do que Planeta Terror, A Prova de Morte e os dois Machete. Estrelado por Rutger Hauer, na pele de um morador de rua de uma metrópole dominada pela indecência e pelo crime.

 

O único jeito que ele encontra de lidar com essa situação é fazer justiça com as próprias mãos, e uma espingarda calibre 20. Mais uma vez temos diálogos bacanas, proferidos pelos personagens mais bizarros possíveis, além das mortes super criativas e sangue, muito sangue. Um trash oitentista que deve agradar e muito os fãs do gênero.

 

 

 

Domino: A Caçadora de Recompensas (2005)

De: Tony Scott

nQWYR5A0nD00nx7ptlsmT1K2SQ

Um longa baseado muito levemente na vida de Domino Harvey, socialite britânica que resolveu abandonar a vida fácil e se tornar uma caçadora de recompensas. Keira Knightley vive a tal caçadora, e no elenco ainda estão Mickey Rourke e Lucy Liu.

 

Contado de maneira não linear, com flashbacks e flashforwards jogados na tela, além de uma fotografia estourada com cores quentes e chamativas, ele também traz uma pegada comum nos filmes de Tarantino. Além disso temos uma certa fetichização da heroína, e a violência habitual. A ideia do filme foi melhor do que a execução, é verdade, mas ainda assim não é um tempo completamente desperdiçado.

 

 

 

Snatch – Porcos e Diamantes (2000)

De: Guy Ritchie

snatch-porcos-e-diamantes1

Guy Ritchie é um ótimo diretor, isso é fato, mas no começo de sua carreira ele fez vários filmes com uma evidente inspiração Tarantinesca, o que se tornou comum em sua filmografia, mesmo que em menor escala. O filme traz o submundo do crime lotado de personagens caricatos, diálogos muito bem sacados e monólogos intermináveis.

 

Tudo isso aliado a atuações impecáveis de grandes atores, como Benício Del Toro, Brad Pitt (com um dos seus sotaques mais engraçados), Dennis Farina e os bons, porém inconstantes Vinnie Jones e Jason Statham coroam esse excelente filme. Se você ainda não viu, pare agora e vá ver.

 

 

 

Rejeitados pelo Diabo (2005)

De: Rob Zombie

3694_4bc91267017a3c57fe006d0d_1293127949

Uma mistura de gêneros, incluindo faroeste, terror e o mais puro trash dos anos 70/80, isso é muito Tarantino. Aqui temos uma família maluca que sai matando todos que entram em seu caminho, da maneira mais violenta e sanguinolenta possível, tudo ao som de uma ótima trilha sonora. Nessa violenta estrada eles ainda são perseguidos por um psicótico xerife e um mercenário cruel. Sem dúvida um filme muito divertido.

 

 

 

Vale dizer que você não deve procurar esses longas esperando um novo Pulp Fiction, mas sim espécies de pequenas homenagens ao grande homenageador do cinema, Quentin Tarantino. Existem outros filmes que conseguem emular essa maneira de fazer cinema, como Vamos Nessa (1999 – Doug Liman), Perigosas (2009 – Rick Jacobson) e até o recente Selvagens (2012), de Oliver Stone. Se você acha que faltou algum filme like a Tarantino, deixe aí nos comentários.

0 Total Views 0 Views Today