970-supernatural

O mal de não saber a hora de parar está corroendo cada vez mais as entranhas de Supernatural. Se a 9ª temporada serviu pra eles escalarem alguns metros na parede do poço em que se encontravam, a 10ª temporada foi o tombo que deveria ser o golpe de misericórdia. Mas não será, a série já foi renovada e caminha pra mais um ano de prováveis mais baixos do que altos.

Mais uma vez os roteiristas não souberam aproveitar o poderoso cliffhanger da temporada anterior, o plot do Deanmônio sendo amigo de Crowley, ou mesmo atuando sozinho rendeu ótimos momentos, mas foi encerrado em menos de quatro episódios. Seria muito corajoso se eles transformassem Dean no vilão da temporada, mas não rolou. Depois disso Dean fica sob influência da tal Marca de Caim , mas suas melhoras e pioras de comportamento no decorrer da temporada não fazem sentido e nem apresentam um grau de evolução coerente, elas apenas trabalham de acordo com a necessidade do episódio. Sam, pra variar, seguiu tomando decisões equivocadas e fazendo planos furados que sempre terminam com a morte de alguém.

Difícil saber qual dos “personagens grandes” teve um pior ano, mas eu apostaria em Castiel. Todos seus sub-plots foram sofríveis, seu pseudo romance com Naomi, a caça aos anjos rebeldes, o surto de pai ausente ou a busca pela graça perdida, nada funcionou para o anjo. A personagem de Claire Novak foi um dos maiores desperdícios de texto dos últimos tempos, uma personagem irritante e com desenvolvimento medíocre.

Supernatural-season-10-Full-Episodes

Crowley e sua mãe, Rowena, foram outros que passaram por momentos terríveis, sua dinâmica de família disfuncional não emplacou em nenhum momento. A apatia e preguiça que a atuação de Mark Sheppard passa, é a mesma que eu tinha enquanto assistia as cenas em que eles apareciam juntos. Houve esperança sim, dois minutos de porra-louquice do Rei do Inferno com direito a olhos de sangue e tudo mais, lá no final da temporada, mas no episódio seguinte ele já voltou a ser o pamonha habitual. Triste.

Dentre os casos da semana, nada de muito interessante, os bons momentos ficaram com os retornos de Charlie e de Bobby, mais pela nostalgia do que pela qualidade dos episódios em si. Em minha opinião, o único episódio genuinamente bom foi o quinto, o especialíssimo ducentésimo, uma homenagem a história do show, gostei tanto que fiz um post só pra ele aqui.

Resumindo, a décima temporada de Supernatural só não foi pior do que a sexta. A grande quantidade de episódios mostra o desgaste da narrativa, transformando o show em um garimpo de bons momentos em meio a muita repetição e encheção de linguiça. Mais uma vez o cliffhanger do final foi impactante, mas eu não me engano mais com isso, afinal, é quase certo que eles desmontarão isso nos primeiros episódios da temporada que vem. Como eu já investi tempo demais na série, garanto que não vou abandonar até o final, só espero que este fuja da melancolia para a qual se encaminha.

Nota: 5,0

0 Total Views 0 Views Today
  • Gabriela lalala

    Lol cara parece q vc detesta os caras… a décima temporada foi bem divertida e a 11ª tbm… Houve alguns episódios na 11ª q foram super fracos, mas a história foi mto boa, acredite^^ e tenho mais p vc: os produtores e inclusive o próprio Mr.Eric Kripke em pessoa, disse q a série só vai acabar quando Sam e Dean n quiserem mais fazer. Pois é, tão cogitando uma 13ª temporada e até mais huahahhaa boa sorte!!!