15 Diretores que nunca fizeram filmes ruins

diretores

A carreira de diretor de cinema não é fácil, você pode até ser bem intencionado, a ideia pode ser boa, mas alguma coisa pode dar errado e seus filmes não funcionarem. Existem diretores que tentam, tentam, mas simplesmente não acertam nunca, como Uwe Boll. Existem outros que acertaram muito mesmo, mas que com o tempo perderam a mão, como Shyamalan, Oliver Stone, Francis Ford Copolla, Ridley Scott, entre outros. E existem aqueles casos raríssimos de diretores que simplesmente não erram (ou ainda não erraram), todos os seus filmes são no minimo bons, daqueles que você pode apostar que não perderá tempo ao investir em seus projetos. Vamos listar alguns desse tipos excepcionais de cineastas enquanto podemos.

A propósito, só serão considerados aqui aqueles cineastas que já tiverem feito mais do que três filmes na carreira, e só considerarei filmes feitos para serem lançados nos cinemas (excluindo curtas, episódios de séries, minisséries, documentários e filmes para TV). Ah, e a fim de ilustrar a regularidade desses diretores, fiz uma média com a avaliação de seus filmes retirada dos três maiores agregadores de notas cinematográficas da internet, Imdb, Rotten Tomatoes e Metacritic.

Uma pequena legenda pra vocês: as claquetes equivalem ao número de filmes dirigidos e as estatuetas, bom, são as estatuetas dos Oscar que eles levaram.

milton_infografico_01Sam Mendes já chegou metendo o pé na porta e em sua estreia nos cinemas faturou seu primeiro e único Oscar como diretor até então, além das quatro outras estatuetas que ‘Beleza Americana’ levou. Depois disso ele fez ‘Estrada para Perdição’, ‘Soldado Anônimo’, ‘Foi Apenas um Sonho’, ‘Distantes nós Vamos’ e ‘007 – Operação Skyfall’. Atualmente trabalha no que pode ser sua despedida da franquia de James Bond, ‘007 Contra Spectre’.

 

milton_infografico_02

Aronofsky estreou com um filme bem diferente por assim dizer. Pi misturava matemática, filosofia e religião em uma maçaroca surreal e intrigante, não a toa chegou ao status de cult. Depois veio meu filme favorito do diretor, o devastador ‘Réquiem para um Sonho’. Os quatro filmes seguintes mostraram um certo desnível de qualidade, ‘Fonte da Vida’, ‘O Lutador’, ‘Cisne Negro’ e ‘Noé’, mas mesmo os pontos baixos do diretor ainda estão acima da média.

 

milton_infografico_03Um dos meus cineastas favoritos. PTA vai da comédia romântica ao drama histórico, de filmes semi-biográficos até comédias de humor negro, sempre com a mesma competência. PTA é um ótimo diretor de elenco e o mais questionável dos atores trabalha bem na companhia dele. Uma pena ainda não ter ganho nenhum Oscar.

 

milton_infografico_04

Apesar de ‘Tomorrowland’ ter dividido opiniões, confesso que achei uma diversão honesta. Antes, Brad Bird tinha feito o que pra mim é o melhor filme da franquia ‘Missão Impossível’, que é ‘Protocolo Fantasma’. Além do mais, ele sempre terá créditos eternos por ‘Os Incríveis’ (e ‘Ratatouille’ também).

 

milton_infografico_06Nolan: Ame-o ou deixe-o. Não consigo entender as recepções extremistas sobre Christopher Nolan. Para alguns fanboys ele é o maior diretor vivo, gênio da sétima arte entre outros exageros. Para outros é um cara supervalorizado, que faz filmes “ok” e tem mais status do que talento. A verdade é que seus filmes causam furor e todos eles são, no mínimo, bons, mesmo que não sejam tão revolucionários como alguns pregam.

 

milton_infografico_07Darabont trabalha pouco no cinema, mas quando trabalha é sinal de coisa muito boa. Se vier munido de um livro do Stephen King, então, melhor ainda. Três dos quatro filmes do diretor são baseadas em obras do autor, duas delas – ‘A Espera de Um Milagre’ e ‘Um Sonho de Liberdade’ – figuram no top 50 do Imdb. A terceira, ‘O Nevoeiro’ traz um dos finais mais impactantes que eu já vi no cinema. E pra fechar temos o feel good movie, ‘Cine Majestic’, com Jim Carrey.

 

milton_infografico_12Iñarritu passa por uma situação parecida com a de Nolan. Seus filmes costumam ter recepções bem distintas por parte do público e da crítica. O próprio ‘Birdman’ foi um exemplo disso, seus Oscars não significaram unanimidade, muita gente adorou e muita gente detestou. Seu próximo trabalho promete bastante, ‘The Revenant’ conta com Leonardo DiCaprio e Tom Hardy no elenco e deve dar as caras nas premiações do ano que vem.

 

milton_infografico_16Denis Villeneuve entrou no meu radar a pouco tempo, desde que eu vi ‘Os Suspeitos’ pra ser exato. A partir daí passei a correr atrás de sua filmografia e foi uma surpresa boa atrás da outra. ‘Redemoinho’, ‘Polytechnique’ e ‘Incêndios’ são filmaços. E o polêmico ‘Homem Duplicado’ também, entra no rol de filmes incompreendidos. Vejamos o que ele nos trará em ‘Sicario’.

 

milton_infografico_13Outro que trabalha pouco. Existe uma média de 3 a 4 anos de intervalo entre seus filmes, o último – ‘Alexandria’ – foi em 2009, pra se ter uma ideia. Sua especialidade são os suspenses: ‘Morte ao vivo’, ‘Abra os Olhos’ (versão original de ‘Vanilla Sky’) e os ‘Os Outros’ são sensacionais. Ele faturou um Oscar por ‘Mar Adentro’ e volta a ativa em 2015 com o suspense ‘Regression’. Veja o trailer aqui.

 

milton_infografico_15

 

O alemão Michael Haneke sempre traz altas doses de polêmica em seus filmes. Seja tratando de violência, morte, sexualidade ou amor, suas obras tem uma intensidade ímpar e é impossível não ser “chacoalhado” por elas. Filmes como ‘Violência Gratuita’, ‘Caché’, ‘A professora de Piano’ e ‘Amor’ são provas incontestáveis dos talentos do diretor.

 

milton_infografico_18

Spike Jonze costuma investir muito de seu tempo na direção de curtas, clipes e documentários, tendo dirigido apenas quatro longa-metragens até hoje. Mas em cada um deles está presente a assinatura de legalzice maluca ou maluquice legal do cineasta. ‘Quero ser John Malkovich’, ‘Adaptação’, ‘Onde vivem os monstros’ e ‘Ela’ tem muito dessa gostosa estranheza que ele adora criar.

 

milton_infografico_17

E por falar em estranheza… Wes Anderson tem todo um jeito peculiar de fazer cinema, suas cores, seus enquadramentos, o humor de seus roteiros, tudo muito particular. Talvez por isso ele ainda enfrente resistência de algumas pessoas. Mas seus filmes são fantásticos, em especial ‘Moonrise Kingdom’, ‘O Grande Hotel Budapeste’ e ‘Viagem a Darjeeling’.

 

milton_infografico_11Não há muito o que se dizer sobre a carreira de Quentin Tarantino, que sua própria filmografia já não deixe bem clara: O cara é foda. ‘Django Livre’, ‘Bastardos Inglórios’, ‘À Prova de Morte’, ‘Kill Bill: Volume 2’, ‘Kill Bill: Volume 1’, ‘Jackie Brown’, ‘Pulp Fiction’ e ‘Cães de Aluguel’. Quem tem uma carreira dessas?

 

milton_infografico_08

Talvez Joel & Ethan Coen. Apesar de eu estar trapaceando um pouco aqui. Isso por que incompreensivelmente ‘Matadores de Velhinhas’ não fechou a nota pra passar de ano. Mas deixando prevalecer um pouco mais do meu gosto pessoal (eu gosto do Tom Hanks), tenho que relevar. Além do mais, os responsáveis por filmes como ‘O Grande Lebowski’, ‘Fargo’, ‘Onde os Fracos não tem Vez’ e ‘Inside Llewyn Davis’ não podem ficar de fora por causa de um décimo. Os caras tem 13 indicações ao Oscar.

 

milton_infografico_09

E pra fechar com chave de ouro: Martin Scorsese. Um dos grandes mestres do cinema e ao mesmo tempo um dos mais esnobados pela academia. Com mais de vinte longa-metragens na carreira, sendo que alguns deles são clássicos incontestáveis do cinema, como ‘Táxi Driver’, ‘Touro Indomável’, ‘Cabo do Medo’ e ‘Os Bons Companheiros’. Além de outras obras altamente relevantes. Sexy & Marginal é o único ponto questionável de seu trabalho. Foi seu segundo filme como diretor e já dava mostras de suas habilidades que se desenvolveriam no futuro. Pelo fator “experimentação” e por se tratar de Martin Scorsese, tenho que trapacear novamente e ignorar a recepção desse filme.

Se você acha que algum desses não merecia estar nessa lista, ou que algum outro deveria estar, deixe aí nos comentários.

0 Total Views 0 Views Today
  • Pingback: La Giovinezza ou se preferir, Youth - TaxiCafé()

  • Rodrigo Heber Lopes de Carvalh

    Acho que talvez, trapaceando um pouquinho por causa de seus 3 primeiros trabalhos, o Kubrick pudesse entrar na lista. Ele só fez 13 filmes, todos minimamente bons e a grande maioria excelente. 2001 mudou completamente a ficção científica dali pra frente, O Iluminado mudou o terror e todos os filmes influenciaram, direta ou indiretamente, os filmes que vieram em seguida.

  • Os Oito Odiados é um lixo.